1. Produtos
  2. Nutrição de Plantas
  3. BioGain NPK - Fertilizante com ação bioestimulante à base de algas marinhas aditivado com NPK

:

R$ 77,78 UN1

1x R$ 77,78 - R$ 77,78 ()

1L
R$ 77,78
5L
R$ 310,16
20L
12X1L
R$ 794,86
4X5L
R$ 1.207,07

:

O que é o BioGain NPK?
BioGain NPK é um fertilizante mineral líquido (adubo foliar) à base de algas marinhas aditivado com NPK (5-26-5) e com forte ação bioestimulante.

BioGain é marca registrada.

Por que usar BioGain NPK?
- Tem alta concentração de fósforo (ácido fosforoso), complementando as necessidades desse nutriente nos estádios iniciais de desenvolvimento das plantas.
- Sua ação bioestimulante proporciona um rápido desenvolvimento de raízes e folhas nos estádios iniciais.
- BioGain NPK é em formulação líquida, facilitando o seu manejo em tanques e sistemas injetores, tendo alta solubilidade e não deixando resíduos.
- Promove a indução de resistência devido aos componentes de sua composição.
- Estimula a produção de fitoalexinas, que melhoram a proteção natural das plantas, induzindo maior resistência a infecções de fungos (ação fungistática), bactérias e vírus.
- Promove ação fungistática que dificulta, impede ou previne o crescimento e a reprodução de fungos ou sua ação parasitária.

Como aplicar:
BioGain NPK pode ser aplicado via pulverização foliar ou fertirrigação.

Onde usar:
BioGain NPK pode ser utilizado em todas as culturas, na produção de mudas, no transplante e no início do desenvolvimento das plantas.

Recomendação nutricional:
0,5 a 2,0 litro(s) / ha

Garantias:
N: 5,0%
P2O5: 26,0%
K2O: 5,0%

Embalagens*:
1 litro
5 litros
20 litros
12 x 1 litro
4 x 5 litros
* Veja na loja virtual as possibilidades de compras ou entre em contato.


Produto registrado no Ministério da Agricultura.

___________________

Fertilizantes NPK – A base da agricultura

O agronegócio é responsável por aproximadamente metade das exportações brasileiras e a cada 8 produtos mais exportados pelo país, 8 são do agronegócio. As exportações vêm aumentando continuamente desde os anos 90 e a produção agrícola continua crescendo (Ministério da Agricultura, 2020).

O crescimento constante no setor agrícola é resultado de anos de melhorias nas práticas de manejo, evoluções tecnológicas, destaca-se a maior eficiência na adubação do solo. Dentre os fertilizantes mais utilizados o NPK, tem um papel fundamental para a produção, sendo necessário em todo o ciclo da planta. O consumo atual se aproxima de 40 milhões de toneladas anuais (EMBRAPA, 2019).

Conheça mais sobre os fertilizantes NPK, que são a base da produção agrícola.

O que são os fertilizantes NPK?
Os fertilizantes NPK, são compostos pelos três nutrientes mais importantes, sendo denominados como os macronutrientes primários: Nitrogênio (N), Fósforo (P) e Potássio (K).

Importâncias dos fertilizantes NPK
Esses nutrientes são os mais requeridos pelas plantas, possuem grande atuação na constituição de proteínas, ácidos nucléicos e clorofila. E são essenciais para processos como transferências de energia, manutenção da pressão interna e ação enzimática.

Confira a ação de cada um desses nutrientes:

Nitrogênio  
As principais fontes de nitrogênio são a uréia, o nitrato de amônio e a amônia anídrica. O Nitrogênio é um dos principais componentes das proteínas vegetais, sem ele as plantas não podem realizar a fotossíntese nem a respiração. Atua no crescimento e nas brotações da planta. A deficiência de nitrogênio afeta o crescimento da planta e reduz o número de folhas. A presença de folhas amareladas, conhecido como clorose, é um bom sintoma da deficiência de nitrogênio.

Fósforo
O fosfato monoamônico ou MAP, o fosfato diamônico ou DAP, o superfosfato simples e superfosfato triplo, são as principais fontes de fósforo.

O fósforo atua principalmente no crescimento das raízes, multiplicação das células, na floração e formação de frutos e grãos, o fósforo é essencial às plantas e deve estar presente em uma forma inorgânica simples para que possa ser assimilado. Floração tardio, flores quebradiças e pequeno número de frutos e de sementes são alguns sintomas da deficiência de fósforo.

Potássio
O potássio tem como fontes principais o cloreto de potássio, em culturas onde o valor de investimento e retorno é mais alto é utilizado fontes mais nobres como sulfato de potássio e nitrato de potássio.

O potássio é essencial para o crescimento e responsável pelo equilíbrio de água nas plantas. Atua no enchimento de frutos e grãos, na resistência a doenças e falta de água. Crescimento lento, raízes pouco desenvolvidas, caules fracos e muito flexíveis e formação de sementes e frutos pouco desenvolvidos são sinais da deficiência de potássio.

Como escolher o fertilizante NPK?
Adubação com fertilizante NPK é utilizada como base para proporcionar a correção de deficiências nutricionais do solo.

A escolha do tipo e doses do fertilizante NPK a serem aplicados devem sempre levar em conta os resultados da análise do solo e demandas da cultura plantada.

Mesmo com a adubação de base pode ocorrer deficiências durante o desenvolvimento da cultura, para evitar isso é importante contar com fertilizantes foliares que suplementem as necessidades nutricionais da cultura.

Falando em suplementação de NPK, a Rigrantec conta com o fertilizante BioGain NPK com ação bioestimulante, que pode ser utilizado como adubação suplementar. É
uma combinação de algas marinhas, aditivado com uma formulação equilibrada de nitrogênio, potássio e possui elevada concentração de fósforo (ácido fosforoso).

Conheça o que é ácido fosforoso e seus benefícios
O ácido fosforoso é uma fonte totalmente solúvel de fósforo. É uma forma rápida e eficiente de suprir as demandas desse nutriente, que atua principalmente
no crescimento das raízes, multiplicação das células, na floração e formação de frutos e grãos.

O ácido fosforoso é rapidamente absorvido, translocado e assimilado pela planta. Possui ainda a capacidade de indução da resistência da planta, promovendo ação fungistática.

:

R$ 794,86 UN1

R$ 84,73 UN1

R$ 51,75 UN1